• Jornal Esporte e Saúde

Ação de Cidadania permite que crianças e adolescentes tirem a carteira de identidade


O evento atendeu cerca de 1.400 moradores. No sábado também foi encerrado o primeiro ciclo de palestras sobre segurança




Robson Souza de Andrade levou seu filho Ismael de 9 anos para tirar sua carteira de identidade Foto Gabriel Sales.


O fim de semana foi de aprendizado e de cidadania. No sábado, dia 31, aconteceu o encerramento do 1° Ciclo de Palestras de Segurança Pública, que contou com três encontros durante o mês de agosto, onde foram abordados temas importantes para a sociedade e para os agentes de segurança. Já o projeto “Rio das Ostras Cidadã Crianças e Adolescentes Mais Protegidos” permitiu que cerca de 1.400 moradores de 5 a 17 anos tirassem a primeira via da carteira de identidade no sábado e no domingo, 1º de setembro.


A Escola Municipal Maria Teixeira de Paula, no Jardim Campomar, recebeu centenas de pessoas que aproveitaram o fim de semana para tirar o documento de identificação gratuitamente. O projeto “ Rio das Ostras Cidadã Crianças e Adolescentes Mais Protegidos” beneficiou moradores entre 5 e 17 anos que puderam tirar seus documentos de identidade nos dois dias do evento. Um levantamento feito pela Secretaria de Educação de Rio das Ostras nas escolas municipais constatou que mais de seis mil crianças e adolescentes ainda não tinham a carteira de identidade.


Rosilaine Azevedo dos Santos levou suas duas filhas, Ana Carolina, de 9 anos, e Ana Clara, de 7 anos, para tirar a identidade. “A ação é importante e facilitou que minhas filhas fizessem a identidade. Recebi o aviso na escola das crianças e aproveitei a oportunidade. A organização também está boa, o tempo de espera, apesar do número de pessoas, não está ruim”, contou Rosilaine.


Robson Souza Andrade, acompanhado pelo seu filho Ismael, de 9 anos, disse que é uma felicidade poder tirar a primeira carteira de identidade do menino. “A identidade é um documento mais prático para carregar. Agora meu filho terá seu próprio documento de identificação e fico honrado em acompanhá-lo nesse importante passo de sua cidadania”, destacou Robson.


SEGURANÇA – O 1° Ciclo de Palestras de Segurança Pública aconteceu no Teatro Popular e, dentre os temas trabalhados, estavam Abuso de Autoridade, Crimes Cometidos por Servidor Público, Estatuto da Criança e do Adolescente, Crimes de Maus Tratos ao Animais, Lei Maria da Penha, Funcionamento da Patrulha Maria da Penha e do Centro Especializado de Atendimento à Mulher e Legislação de Trânsito. Nos encontros, a Banda Carlos Roberto Abel Reis, composta por guardas municipais, também realizou apresentações musicais.


* Secom Rio das Ostras.




1 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE