• Jornal Esporte e Saúde

ACUPUNTURA E SEUS BENEFÍCIOS

A cura na ponta da agulha


Apesar de ser uma terapia popularizada no Brasil nos últimos anos, ainda hoje boa parte da população desconhece os benefícios da acupuntura e seu potencial preventivo e curativo. Desde alívio para dores crônicas até assistência a pacientes com câncer, a acupuntura tem revelado a sua vasta aplicabilidade em diferentes demandas da saúde.


Resumidamente, a acupuntura é iniciada com uma avaliação criteriosa, como por exemplo, a inspeção da lingua, do pulso, entre outras condicionantes das causas da patologia e da disfunção segundo a anamnese oriental, que determinará um tratamento específico para cada paciente, por meio da aplicação de agulhas que estimulam pontos do corpo (acupontos) localizados em áreas específicas dos meridianos, desencadeando diferentes efeitos, como ação analgésica ou anti-inflamatória, por exemplo.


Isto porque a acupuntura e as demais especialidades da Medicina Tradicional Chinesa – MTC abordam o ser humano no seu todo,por meio do perfeito equilíbrio entre corpo e mente, os quais devem caminhar juntos e harmonicamente.


Mas se engana quem acredita que a acupuntura é uma novidade. Na verdade, o estudo e a prática da acupuntura é desenvolvido há mais de cinco mil anos na China, sendo, portanto, uma ciência milenar que foi difundida por todo ocidente nos últimos séculos, graças à eficácia comprovada de seus métodos que foi reconhecida pela Organização Mundial da Apesar de ser uma terapia popularizada no Brasil nos últimos anos, ainda hoje boa parte da população desconhece os benefícios da acupuntura e seu potencial preventivo e curativo. Desde alívio para dores crônicas até assistência a pacientes com câncer, a acupuntura tem revelado a sua vasta aplicabilidade em diferentes demandas da saúde.


No Brasil, desde 1958, existem instituições tradicionais de ensino que oferecem cursos regulares de Medicina Tradicional Chinesa– embora a acupuntura seja exercida no país há mais de 100 anos – o que contribuiu para formação dos profissionais que atuam na área.


Em reconhecimento dessas práticas milenares exercidas por estes profissionais formados nestas instituições tradicionais de ensino, o Ministério da Saúde incorporou a acupuntura ao Sistema Único de Saúde, através da através da Portaria nº 971/2006. Não bastasse, a Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS determinou que todas operadoras de planos de saúde devem disponibilizar a acupuntura a seus clientes.

Assim, todos os clientes de plano de saúde têm cobertura para tratamento com acupuntura.


Indicação da Acupuntura


Diferentemente de outras terapias, são raras as restrições para o tratamento com acupuntura, assim sendo, crianças, adultos e idosos, sejam homens ou mulheres, podem recorrer ao seu acupunturista. Da mesma forma, a acupuntura é amplamente indicada para tratar e prevenir diversas disfunções e doenças, inclusiveas de natureza psicossomáticas.


Muitos são os benefícios deste método da Medicina Tradicional Chinesa, o qual mesmo sem o uso de medicamentos, promove a cura de enfermidades agudas e crônicas, tais como, enxaqueca, rinite, asma, depressão, ansiedade, hiperatividade, contratura muscular, disfunção hormonal, sequelas do Acidente Vascular Cerebral, fibromialgia, tendinite, lombalgia, disfunções urinárias; sendo também eficaz no controle do tabagismo, da obesidade e da insônia.


Diante dessa pluralidade, em 1979, a Organização Mundial da Saúde publicou o documento Acupuncture: Review and analysis of reports on controlled clinical trials, no qual foi analisada por renomadas instituições do mundo, a eficácia da acupuntura em relação as afecções físicas, os distúrbios orgânicos, as desordens mentais e psicossomáticas, as condições específicas dos homens, mulheres e crianças, e os problemas oriundos do tratamento de câncer, cirurgias e dependência química; que conclui pela recomendação do tratamento com a acapuntura por se tratar de um método de eficácia comprovada e de contraindicações raríssimas, consistindo, portanto, num método seguro, não tóxico e que não leva ao abuso ou à dependência.


Apenas para ilustrar, estudos publicados no British Medical Journal em 2001 demonstratram que o risco de uma reação adversa grave era de 1 em 10.000, embora a maioria seja decorrente da prática incorreta e da falta de capacidade de quem a aplica. Por isso, é imprescindível que o profissional tenha formação específica em acupuntura, especialmente, nas escolas da Medicina Tradicional Chinesa.




Drª Monica Furny - foto: Divulgação.


A Drª Monica Furny é acupunturista há vinte anos. Formada em fisioterapia, possui especialização pela Academia Brasileira de Ciências Orientais e pela Faculdade Einsten em acupuntura, shiatsuterapia e auriculoterapia, além de diversos cursos na Medicina Tradicional Chinesa.


Desde 2001, mantém consultório na cidade de Macaé/RJ exercendo a acupuntura e demais especialidades da Medicina Tradicional Chinesa, bem como presta assessoria técnica e coordena projetos de saúde, sustentabilidade e acessibilidade na Administração Pública.


Em 2018, recebeu o título de Doutora Honoris Causa em Oriental Therapies pela Albert Schweitzer University.


Local de atendimento: Espaço e Saúde


End: Rua Vereador Manoel Brag-175 – centro,

Macaé/RJ – CEP: 27.910-350

elefone: (22)99985-3191


* Assessoria de imprensa Jornal Esporte Saude/por Drª Monica Furny.


Patrocinado:






32 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE