• Jornal Esporte e Saúde

Banco volta a emitir guia do Detran-RJ com valor de R$ 202,55

Emissão da Guia de Regularização de Taxas (GRT) foi liberada nesta sexta-feira no site do Bradesco. Cobrança volta ao valor original após disputa na Justiça entre o Detran-RJ e o Ministério Público (MPRJ)



Posto do Detran na Avenida Francisco Bicalho, no Centro do Rio - Fernanda Dias/Arquivo/Agência O Dia.


Rio - O banco Bradesco voltou a emitir, nesta sexta-feira, a Guia de Regularização de Taxas (GRT) com valor total de R$ 202,55 de veículos emplacados no Estado do Rio. A cobrança sai do valor de R$ 144,68 e volta ao valor original — que inclui a taxa de R$ 57,87, da emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) — após uma disputa na Justiça entre o Detran-RJ e o Ministério Público (MPRJ).


O dono de veículo deve gerar a GRT no dia em que for realizar o pagamento, já que a data de vencimento é a mesma do dia da emissão. Para gerar o documento, o proprietário deve informar o número do Renavam do automóvel. Quem pagou o valor de R$ 144,68, tem a possibilidade de pagar a diferença de R$ 57,87 para poder retirar o CRLV.


Quem já retirou o certificado já está como a situação regularizada e a diferença referente a taxa de emissão poderá ser paga em 2020. Neste caso, ano que vem o proprietário vai pagar o valor integral referente ao exercício, além do valor que faltou de 2019 — R$ 57,87.



A GRT é formada pela taxa de licenciamento anual, no valor de R$ 144,68, além da taxa de emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), de R$ 57,87, sendo este último suspenso após um pedido do Ministério Público do Rio (MPRJ). Entretanto, a Justiça restabeleceu o direito de o Detran-RJ de cobrar cumulativamente as taxas de licenciamento anual e de emissão do CRLV.


* Por O Dia.



0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE