• Jornal Esporte e Saúde

BRK Ambiental assume tratamento de esgoto no Lagomar e Engenho da Praia

Empresa chega aos bairros do norte da cidade, beneficiando mais de 35 mil pessoas




O Subsistema Lagomar, antes sob responsabilidade do poder público municipal, passou a ser operado pela BRK Ambiental, atendendo aos bairros Lagomar e Engenho da Praia e beneficiando mais de 35 mil pessoas. Com isso, a empresa concessionária passa a cuidar da coleta, afastamento, tratamento e destinação final do esgoto gerado nos dois bairros da zona norte da cidade.


Em 2013, o Subsistema Lagomar foi construído pela Prefeitura, com 56 km de redes coletoras de esgoto e 14 estações elevatórias (11 no Lagomar e três no Engenho da Praia), além da Estação de Tratamento (ETE Lagomar), que tem capacidade para tratar até 40 litros de esgoto por segundo.


Neste período, para contribuir com a qualidade operacional e acelerar o atendimento à população, a BRK Ambiental prestou apoio ao poder público. Agora, cabe a empresa a administração desta estrutura:


- Esta é uma região em que há presença de recursos naturais que merecem ser preservados por meio da eliminação de esgoto lançado diretamente no meio ambiente. As residências poderão ter seu esgoto coletado, tratado e devolvido à natureza seguindo as mais rigorosas normas ambientais e esperamos que a população comece a sentir os impactos positivos disso o quanto antes – disse o diretor da BRK Ambiental, Sergio Trentini.




Benefícios do saneamento


O saneamento é um conjunto de serviços essenciais para que todos tenham qualidade de vida, saúde, meio ambiente preservado, além de benefícios econômicos e sociais. Por isso, apesar do trabalho realizado pela BRK Ambiental a partir de agora no bairro, o desafio para que os benefícios cheguem a todos é de longo prazo e depende do esforço de cada um.


Além das atividades mais imediatas para recuperação da estrutura e desobstrução da rede, o planejamento da empresa também inclui ações com maior duração, como o trabalho para combater ligações irregulares. Tudo para que, gradativamente, se possa observar melhorias efetivas com relação à presença de vazamentos em vias públicas, mau-cheiro e, em especial, do descarte de esgoto in natura na Praia de Lagomar.


Mas os bons resultados do trabalho não dependem somente da BRK. Daí a importância da parceria com a população na ligação correta das residências e comércios à rede de esgoto, assim como na conservação da rede, não fazendo o descarte de resíduos em ralos e bueiros.


- Com todos fazendo seu papel neste ciclo, a BRK e a população, os benefícios serão inúmeros para estas localidades, como a redução de doenças, preservação do meio ambiente e criação de novas oportunidades de desenvolvimento econômico – finalizou Sergio Trentini.


Obras 2019 – Além de assumir o Subsistema Lagomar, a BRK Ambiental e a Prefeitura de Macaé estão trabalhando para aumentar o acesso à coleta e ao tratamento de esgoto com a realização de obras em bairros como Centro, Imbetiba, Valentina Miranda, Praia Campista, Cancela Preta, Vale Encantado, Novo Horizonte, Nova Macaé e Jardim Santo Antônio. Trata-se de um investimento de R$ 100 milhões no Subsistema Centro, sendo mais de 40 milhões somente na etapa de 2019.




* Carlos Vinicius Fernandes Alves/Por Assessoria BRK Ambiental/fotos: Divulgação.




7 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE