• Jornal Esporte e Saúde

Com a pandemia, atos de solidariedade aumentam, em Macaé


Neste momento de combate ao novo coronavírus, a solidariedade se tornou uma das principais armas contra a pandemia. Muitos voluntários têm se mobilizado para ajudar pessoas em estado de vulnerabilidade social. Distribuição de alimentos, doação de produtos de higiene pessoal e até consultas gratuitas são algumas das ações solidárias que se espalham pelo país. São cidadãos e instituições se unindo para enfrentar e superar uma das maiores crises de saúde pública do mundo. Em Macaé, alguns exemplos de altruísmo estão partindo de empresários, instituições e até mesmo de clubes esportivos. Para ajudar o próximo, o Xurrasclube, casa de carnes nobres, lançou uma campanha que prevê desconto de 10% para quem doar 2k de alimentos não perecíveis, em compras acima de R$ 50. Todo material arrecadado será doado para pessoas que realmente estão passando por necessidades. “Quando ajudamos o próximo, estamos plantando o bem para colher um mundo melhor”, disse o empresário, Ralph de Souza Barreto. Solidariedade. Essa é a palavra positiva e acalentadora em meio à crise trazida pela pandemia. Com o drama humano instaurado entre os mais carentes, a sensibilidade ao sofrimento alheio tem feito surgir toda espécie de iniciativas voltadas a apoiar e ajudar os mais necessitados. Uma corrente do bem está tomando conta de Macaé e região com o objetivo de ajudar ao próximo, numa demonstração que como as coisas podem funcionar quando a cooperação e a empatia prevalecem. O Clube Poliesportivo Oilers, time de futebol americano da cidade, lançou, nesta semana, com apoio da Equipe Shark, a Campanha Solidária Oilers. O Xurrasclube também apoia essa iniciativa. No próximo domingo, 17, representantes do time passarão pelas principais ruas de Macaé para recolher alimentos não perecíveis, fraldas geriátricas, material de limpeza, além de máscara e álcool em gel. Todo material arrecadado será doado para uma instituição filantrópica e pessoas que estão passando por dificuldades. “É momento de ajudar a quem precisa. Não podemos permitir que esse espírito de compaixão invada nosso coração apenas uma vez por ano, como acontece no Natal. O mundo está passando por um momento difícil e tem famílias sofrendo por falta de comida. Faça um TOUCHDOWN e participe dessa corrente do bem”, comentou o preparador físico do Oilers, Marcio Henriques. São apenas alguns exemplos, dentro desta grande onda do bem gerada pela crise. Ações de solidariedade e gentileza são mais importantes do que nunca, principalmente nas circunstancias atuais. * Monalisa Fagundes de Sá/Assessora de Comunicação & Imprensa/MF Extrema Comunicação Integrada/banners: Divulgação.






26 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE