• Jornal Esporte e Saúde

Como é triste a realidade do idoso no Brasil

Seu Ademar Gonçalves, deficiente auditivo, de 62 anos, teve seu auxílio emergencial e seu Bolsa Família cancelados



Seu Ademar Gonçalves dos Santos, de 62 anos, e sua ex-mulher e agora vizinha, Dona Nilza - Divulgação.


Rio - É incrível como a cada dia que passa o idoso não tem o respeito que merece... Ao sair da TV, eu encontro Seu Ademar Gonçalves dos Santos, de 62 anos, e sua ex-mulher e agora vizinha, Dona Nilza, moradores da Cidade de Deus.


O estado de Seu Ademar era de assustar. Muito machucado, enfaixado... É claro que eu logo perguntei o que tinha acontecido.


Dona Nilza, amiga e companheira de tantos anos, me explica que o senhor é deficiente auditivo e sofre de convulsões. Numa dessas crises, se acidentou.


Mas não foi para me contar sobre o acidente que eles vieram me procurar. Era para pedir ajuda... Adivinha sobre o que? Auxílio Emergencial e Bolsa Família!


“Isabele, no mês passado ele conseguiu sacar os benefícios, mas para esse mês os dois foram cancelados. Ele não sabe como vai pagar as contas, comer e muito menos comprar os remédios que tanto precisa”, conta Nilza.


Os dois foram até o CRAS Elis Regina, na Cidade de Deus, saber o porquê do Bolsa-Família de Seu Ademar ter sido cancelado. A resposta é revoltante. Foram informados que a suspensão se deu por causa do valor muito alto que Seu Ademar recebia, já que ele vive sozinho. Sabe quanto? Pasmem... 89 reais!


O que faz uma pessoa hoje com 89 reais por mês? Alguém me responde porque eu tô até agora tentando saber... Você não vive, gente Ainda mais na situação em que ele se encontra!


É de um deboche tão grande com o povo... Isso aí não é benefício! É esmola, migalha, chame lá como quiser! Velho não tem dignidade? É isso?!


Não dá mais pra aturar ver idoso sendo tratado como lixo nesse país.


A coluna procurou o Ministério da Cidadania e a Caixa Econômica para tentar entender o problema de Seu Ademar.


A Caixa informou que a responsabilidade de reanálise nos casos de cancelamento do auxílio é do Ministério da Cidadania, que afirmou haver possível divergência cadastral.


O Ministério informou também que será priorizada uma reavaliação dos dados inseridos pelo requerente e que, confirmando a elegibilidade do CPF, o pagamento será liberado.

Quanta burocracia, hein?!


Enquanto isso, Seu Ademar leva a vida como milhares de brasileiros... Na base da solidariedade.


3,2,1... É DEDO NA CARA!


- TÁ FEIO!


Vou te contar... Moradores da Rua João Agapito, no bairro do Rocha, em São Gonçalo, sofrem com o esgoto que não para de jorrar por lá. Segundo eles, o cheiro é insuportável.


"A gente já procurou os órgãos competentes, mas ninguém veio resolver. É mau cheiro, é bicho... Alguém tem que nos ajudar", conta a moradora Luciana de Castro.


A gente tem que rir pra não chorar, né?


Se a Prefeitura de São Gonçalo não se preocupa com a inauguração do Hospital de Campanha, alguém acha mesmo que eles vão ligar pra esgoto a céu aberto? Só que não!


A coluna procurou a Secretaria de Infraestrutura do município, que informou que irá enviar uma equipe ao local para verificar a situação e solucionar o problema.


Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito... Morando em São Gonçalo, você sabe como é, isso tem que mudar, e tenho dito!



* https://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/isabele-benito/.



0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE