• Jornal Esporte e Saúde

Coronavac: morte de voluntário de testes foi decorrente de suicídio

Segundo laudo médico do IML, foi confirmado que a morte do voluntário dos testes da fase 3 não estava relacionada à vacina



Coronavac: Vacina contra a covid-19 que está sendo desenvolvida pela chinesa Sinovac

Foto: AFP


Rio - A morte do voluntário na fase 3 dos testes da vacina produzida pela chinesa Sinovac foi decorrente de suicídio, apontou um laudo médico emitido pelo Instituto Médico-Legal (IML) e obtido pela TV Cultura no início da tarde desta terça-feira.


O óbito causou a interrupção dos testes nesta segunda-feira pela Anvisa - que, antes de avisar ao próprio governo de São Paulo, informou à imprensa de que os testes estavam suspensos em decorrência de "eventos adversos graves", mas sem especificar o que havia ocorrido.


No mesmo dia, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, veio à público esclarecer que não havia ocorrido nenhum "evento adverso grave", mas sim um óbito não relacionado à vacina, e dizer que "estranhava" a decisão da Anvisa. "Como são mais de 10 mil voluntários nesse momento, podem acontecer óbitos. Nesse momento, (o voluntário) pode ter um acidente de trânsito e morrer", explicou.


Nesta terça-feira, o presidente Jair Bolsonaro, que sempre se opôs à Coronavac e a colocou no centro de um duelo político contra o governador João Doria, disse, sem ter nenhuma prova, que a vacina produzida pela Sinovac causa "morte, invalidez e anomalia". "Mais uma que Jair Bolsonaro ganha", escreveu o presidente.


O laudo do IML confirma a versão do diretor do Instituto Butantan e da própria Sinovac, que, nesta terça-feira, reafirmaram que a vacina é segura e que o óbito não estava relacionado ao imunizante.

Segundo informações do UOL, a previsão é de que o laudo do IML que confirma a causa da morte seja divulgado oficialmente às 17h desta terça-feira.


* https://odia.ig.com.br/.




6 visualizações0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE