• Jornal Esporte e Saúde

CULTURA MUNICIPAL DE TRAJANO DA UM PASSO PARA REGULARIZAÇÃO DA TÃO SONHADA CARTEIRA DO ARTESÃO


CARTEIRA ARTESÃO - TRAJANO - ASCOM DOUGLAS SMMITHY.


A Secretaria de Estado de Turismo, em parceria com a Prefeitura Municipal de Trajano de Moraes, trás o PAB (Programa do Artesanato Brasileiro), com objetivo de reconhecer e fortalecer a profissão do Artesão do município. Recentemente o prefeito Rodrigo Viana assinou o acordo de cooperação com o Estado do Rio de janeiro por intermédio da Secretaria de Estado de Turismo, artesãos trajanenses que em breve terão a tão sonhada carteira do Artesão.


O cadastramento contou como apoio do Departamento de Cultura, que vem desenvolvendo através de incentivos da gestão pública municipal de Trajano, um trabalho de fomento, reconhecimento e fortalecimento ao trabalho do artesão. A Feira de Artesanato que acontece periodicamente na Praça Nilo Peçanha, é um exemplo positivo dessa ação. Ela vem crescendo e mostrando o brilhante trabalho desenvolvido pelos artistas.


Indispensável a qualquer turista, o artesanato é um produto de grande importância dentro do setor. Com isso, o Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, coordenado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ/TurisRio), tem como objetivo reconhecer a atividade como geradora de desenvolvimento regional e registro vivo da história local. O programa coloca em prática ações que visam o empreendedorismo para os inscritos, além de identificar e mapear a matéria-prima e técnica utilizada pelos artesãos do estado.


O primeiro passo para a Carteira Nacional do Artesão é o cadastro dos profissionais junto ao Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro. Além de mensurar a demanda, o método agilizar o processo para a emissão do documento nacional. De acordo com a Secretaria de Turismo, a finalidade é reconhecer o artesanato local como uma atividade econômica geradora de desenvolvimento e empreendedorismo. Oitocentos artesãos de todo o estado já realizaram a pré-inscrição online no site do Programa de Artesanato. A nova metodologia foi implantada no final de maio deste ano.


“O artesanato do Rio de Janeiro tem uma perspectiva cultural, mas, sobretudo, uma perspectiva econômica. Estamos falando de geração de emprego e de renda, além da valorização de ofícios. Turismo e artesanato caminham juntos e o estado é muito fértil neste segmento”, afirmou em entrevista ao site oficial do Governo do Estado, o secretário de Turismo, Otavio Leite, que ainda lembrou que o Rio lidera o ranking de estados que mais cadastram artesãos em 2019.


* Assessoria de Comunicação - Ascom/Douglas SmmithyPrefeitura de Trajano de Moraes.






0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE