• Jornal Esporte e Saúde

Escritora Elisa Lucinda é a atração especial do Festival de Literatura nesta sexta



O que você espera de um evento literário encontra no II Festival de Literatura & Cultura de Macaé (FlicMac) que será encerrado, nesta sexta-feira (25), na Cidade Universitária,com entrada franca. A poetisa, jornalista, escritora e atriz Elisa Lucinda é a atração especial deste último dia do evento, que começou na quarta (23), com mais de 200 atividades e emoções, como a história de vida da escritora Sara Lopez, que se apresentou nesta quinta (24). Ela levou para o FlicMac a filha de três anos, que tem uma síndrome genética rara, fonte de inspiração para o livro “Estelina – um Ponto de Luz entre o Céu e o Mar”, que escreveu durante os seis meses que passou com a filha internada em um hospital, história que contou para o público do Café Literário.


A programação desta quinta começou com apresentação do grupo “Violão Encantado”, projeto Música Encantada da Comunidade Phídias Távora, conhecida como Ficap, localizada à margem do Rio Acari, entre os bairros do Jardim América e Pavuna, no subúrbio do Rio de Janeiro. Eles misturam violão com violino e o show conta com apoio do Ministério da Cultura e TechnipFMC, empresa de petróleo e gás que incentiva a cultura.


Durante o Festival, atividades simultâneas acontecem em seis espaços: palco, espaço livre, flicmazinha, café literário, galpão literário e espaço de convivência com abordagens para o público de todas as idades sobre o tema central: “Mama África – a Literatura e a Arte como Forma de Vencer o Preconceito”.


Professora de História das redes pública municipal e privada de Macaé e integrante da Coordenação de Educação Inclusiva, da Secretaria Municipal de Educação, Sara deixou uma mensagem: “Estelina é um abraço em forma de poesia, uma homenagem carinhosa a todas as crianças com deficiência que iluminam com a sua existência nosso mundo tão carente de luz. Porque todas as crianças precisam ser abraçadas, acolhidas e encorajadas a descobrir sua maneira de brilhar. Todas precisam saber o quanto são importantes, o quanto são únicas e especiais”, observou a escritora.


Enquanto isto, no palco, crianças de escolas municipais infantis faziam as suas apresentações deixando para o público o resultado dos trabalhos de danças e músicas que realizam o ano inteiro nas escolas e outras se divertiam com os jogos educativos no espaço Flicmaczinha.


Último dia - Elisa Lucinda receberá os visitantes do FlicMac, nesta sexta, na tenda do Café Literário, às 15h, quando o público poderá conversar com ela e pegar autógrafos. A escritora destacará questões sobre a arte e a poesia no cotidiano e os seus últimos trabalhos como a coletânea de textos “Livros do Avesso, os pensamentos de Edite”. Ela é autora de livros como “A Menina Transparente”, “A Dona da Festa”, “A Fúria da Beleza”, “A Poesia do Encontro”, entre outros.


O festival é realizado pela Coordenação de Cultura da Superintendência de Educação Integrada e foi aberto pelo secretário municipal de Educação, Guto Garcia, e o modelo e ator Luciano Szafir. Reúne, além de escritores, músicos, contadores de história, palestrantes, dança, apresentação de Jongo, capoeira, exposição de projetos pedagógicos da rede pública municipal de ensino, lançamento de livros, bate-papo e autógrafos com autores. Há, ainda, exposição de fotografias e de desenhos e oficinas de turbantes. O I Festival foi realizado em novembro de 2017, na Praia de Imbetiba.


Livros - A tenda das livrarias é um espaço bastante procurado no festival com nomes como Nobel, FTD, Biblioteca do Legislativo Celina Mussi de Oliveira, do Centro Cultural da Câmara Municipal de Macaé, JW.Org., além das estantes de troca e doação de livros. “Bem interessante para difundir o gosto pela leitura. Gostei bastante deste espaço, principalmente, os livros e brinquedos educativos para crianças”, contou Ana Neri de Souza Lemos, 62 anos, avó de trigêmeas de 5 anos.


A Cidade Universitária está localizada à Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros.


SEXTA-FEIRA, DIA 25


PALCO


MANHÃ


9h - Apresentação de dança EMEI Maria José


Ferreira Barros, coreografias Dança Ciranda Africana e


Dança Pérola Negra


9h10 - Apresentação de dança EMEI Cândida Maria da


Silva Vieira - Releitura Africana


9h20 - Apresentação EMEI Marlene Diniz


9h30 - Apresentação de dança Cemeaes da Serra


Coreografias, Resiliência e Coragem


9h45 - Apresentação de dança CM Maria Isabel D.


Simão, coreografia Para matar preconceito


coreógrafo Beto Valcácio


TARDE


14h - Apresentação de dança EMEI Maria Cristina


Castello Branco


14h10 - Apresentação de dança EMEI Prof. Emilson de


Jesus Machado


14h30 - Apresentação da Escola de Dança da


Secretaria Municipal de Cultura com Balé


contemporâneo Ser criança e Carcará, coreógrafa


Louise Helena, e Balé clássico Cidade das


Esmeraldas, coreógrafo Eduardo Mury


14h45 - Apresentação de Dança CM Eda Daflon


15h - Apresentação de Dança CM Maria Isabel D.


Simão, coreografia Feijão Maravilha


NOITE


18h - Apresentação do Coral da Secretaria Municipal


de Cultura


ESPAÇO LIVRE


MANHÃ


Exposição de fotos Um olhar negro


Alunos do 9º ano do CM Maria Isabel D. Simão


(Programação fixa)


10h30 - Apresentação do Projeto Pérolas Negras


Prof. José Henrique da Silva e exposição de desenhos


com a Profª Lorena Reis


TARDE


15h30 - Oficina de Turbantes com Larissa Gomes


FLICMACZINHA


Exposição de Projetos Pedagógicos de Educação


Infantil


Experiências significativas


PMPI


Literatura e Imaginação


Riscos e rabiscos


Criança e Natureza


Espaço Literarte


Espaço Sons e Ritmos


Espaço do Professor


CAFÉ LITERÁRIO


MANHÃ


10h30 - Palestra e Lançamento de livro


Palestra - Formação de Professores com abordagem


das questões étnico racial na Educação


Livro - Formação de Professores, questões


contemporâneas


Prof. Jorge Luís dos Santos Vice Coordenador NEAB


UFRJ


TARDE


15h - Palestra com Prof. Marcelo Sampaio de


Campos dos Goytacazes e pesquisador de história e


cultura popular Os 80 anos do nascimento do


escravo do bom samba Délcio Carvalho


16h - Palestra, intervenção e lançamento de livro


Profª Margarete Monteiro


18h - Palestra e exposição de livros Profª Uiara


Mello “O poder da representatividade da Mulher Negra


na literatura e na comunicação”


GALPÃO LITERÁRIO


Exposição e autógrafos de autores Macaenses e


Convidados


ESPAÇO DA CONVIVÊNCIA


MANHÃ


10h30 - Contadora de histórias Fabiana Salgado


10h40 - Contadora de histórias Graziella Melis


TARDE


15h30 - HistoriArte


* Jornalista: Elis Regina Nuffer/fotos: Maurício Porão/Comunicação Macaé.
















0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE