• Jornal Esporte e Saúde

Fãs de Rock in Rio esquecem 'dia de trabalho' e curtem show até a madrugada


Red Hot Chili Peppers encerraram o Palco Mundo por volta das 2h desta sexta Foto: Gabriel Monteiro / Agência O Globo.


Os fãs do Rock in Rio que aguardaram até o fim a apresentação da banda Red Hot Chili Peppers, última atração do Palco Mundo nesta quinta-feira, parecem não se importar com o fato do dia seguinte ser um dia de trabalho para muita gente. A Cidade do Rock ficou lotada até as primeiras horas da madrugada desta sexta-feira. No meio dessa galera, a designer Adriana Salgado, de 29 anos, que já avisou ao chefe que o expediente vai ter atraso.


— Eu consegui sair um pouco mais cedo hoje, queria muito ver o Panic at the Disco! e o Red Hot. Amanhã eu entro às 8h, mas acordar cedo vai ser uma luta — diz, aos risos, a rockeira, que trabalha na área de Marketing e Comunicação em uma multinacional.



Os fãs do Rock in Rio que aguardaram até o fim a apresentação da banda Red Hot Chili Peppers, última atração do Palco Mundo nesta quinta-feira, parecem não se importar com o fato do dia seguinte ser um dia de trabalho para muita gente. A Cidade do Rock ficou lotada até as primeiras horas da madrugada desta sexta-feira. No meio dessa galera, a designer Adriana Salgado, de 29 anos, que já avisou ao chefe que o expediente vai ter atraso.


— Eu consegui sair um pouco mais cedo hoje, queria muito ver o Panic at the Disco! e o Red Hot. Amanhã eu entro às 8h, mas acordar cedo vai ser uma luta — diz, aos risos, a rockeira, que trabalha na área de Marketing e Comunicação em uma multinacional.


Quem também prefere esquecer o dia seguinte é o vendedor Bruno Marins, de 32 anos. Morador de Realengo, na Zona Oeste, ele não sabe a hora que vai chegar em casa, o que parece não ser problema para o fã de Rock in Rio.


— Vou chegar tarde em casa, não quero nem saber. Rock in Rio é de dois em dois anos só, trabalho tem todo dia — argumenta ele, que lamenta quando é lembrado por uma amiga que poderia ter pedido uma folga. — Eu nem pensei nisso, essa era uma excelente ideia.


Na última parte do show, por volta de 1h30m, muita gente começou a deixar a Cidade do Rock. Até quem veste a camisa da banda — o dia foi marcado como aquele com mais peças de roupa com o símbolo ou com o nome de uma banda — não aguentou ficar até o fim. No entanto, mesmo com a saída antecipada, a euforia era nítida.


— Foi um show sensacional, eles são maravilhosos. Não vou conseguir nem dormir quando chegar em casa, estou extasiado demais para dormir. Vou estar um "bagaço" amanhã de manhã, com certeza — afirma a estudante universitária Suellen Mota, de 21 anos, que saiu na última canção do setlist.


A atração principal subiu no palco às 00h15m, com um show repleto de sucessos. Um longo solo de saxofone anunciou os californianos. Antes, um pedido da banda à organização do festival: Anthony Kiedis e companhia não permitiram o funcionamento da tirolesa durante a apresentação, assim como Drake e Foo Fighters no primeiro fim de semana de evento.


* Extra/Globo/Diego Amorim.






1 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE