• Jornal Esporte e Saúde

Festas familiares são risco para a transmissão da covid-19

Mesmo com distanciamento, uso de máscara e higiene das mãos, não é possível garantir que as pessoas não irão se contaminar, afirma infectologista



Mesmo entre familiares é importante fazer o uso de máscara, diz médico

Freepik


As festas familiares e pequenas reuniões são um risco para aumentar a transmissão de covid-19. “É muito fácil você se sentir seguro entre pessoas conhecidas e acabar relaxando nos cuidados, mas amigos ou inimigos, próximos ou distantes, todos somos humanos e podemos estar contaminados”, afirma o infectologista Renato Grinbaum, da SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia).


O médico conta que já viu alguns casos em que um grupo de pessoas se reuniu, com a ideia de que por não ter ninguém estranho estavam seguros e todas as pessoas acabaram se contaminando.


Grinbaum lembra que, mesmo com todos os cuidados, não é possível garantir que as pessoas não irão se contaminar. “Toda vez que você encontra pessoas existe o risco, mas, com a abertura, as pessoas voltaram a se encontrar. Se você faz todas as medidas de prevenção, o risco não vai ser zero, mas vai diminuir.”


Ele enfatiza que é necessário ficar a uma distância de pelo menos 1,5 metros, utilizar máscara e higienizar as mãos com frequência. “Teve uma paciente que abraçou uma prima na entrada e depois manteve o distanciamento, mas só o abraço já foi suficiente para ela se contaminar.”


O infectologista reforça que pessoas com suspeita de resfriado ou gripe não devem comparecer em hipótese alguma.


* Festas acabaram em casos positivos


No início da pandemia, um dos focos de disseminação da covid-19 foi o casamento da irmã da influenciadora Gabriela Pugliesi, a também influenciadora, Marcela Minelli. A cerimônia aconteceu no dia 7 de março em Itacaré, no Sul da Bahia.


Dois convidados tiveram o teste positivo para o novo coronavírus e pelo menos 10 estavam com a suspeita de ter tido a doença após o evento.


Um casal de Felixlândia, a 180 km de Belo Horizonte, teve diagnóstico positivo para coronavírus após darem uma festa de aniversário para ao menos 23 pessoas na casa onde moram.


Um homem que estava contaminado deu uma festa em Belo Horizonte em 4 de abril, onde recebeu pelo menos 20 pessoas. As pessoas que estavam na festa apresentaram os sintomas da doença.


Cerca de 900 pessoas de uma escola em Bielefeld, no noroeste da Alemanha, incluindo alunos e professores, tiveram que ficar em quarentena depois que vários casos de coronavírus foram detectados entre os estudantes como resultado de uma festa familiar.


*Estagiária do R7 sob supervisão de Deborah Giannini


* https://noticias.r7.com/Aline Chalet, do R7*.


Patrocinado:








13 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE