• Jornal Esporte e Saúde

Fluminense e Vasco ficam no empate no Maracanã

Tricolor pressiona, mas peca na efetividade e segue drama contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro


Ninguém saiu de campo feliz na noite deste sábado, no Maracanã. Fluminense e Vasco duelaram pelo clássico carioca da rodada no Campeonato Brasileiro, ambos precisavam

demais do resultado pelos objetivos que possuem nesta reta final de temporada - Tricolor para fugir do rebaixamento e Cruz-Maltino para beliscar uma vaga na Conmebol Libertadores -, mas acabaram ficando no empate por 0 a 0. O Tricolor até pressionou, principalmente nos 45 minutos iniciais, mas pecaram com a falta de efetividade, com o Vasco sem criar muito.



Foto: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C. / Lance.


Com o resultado, o Fluminense segue na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com 31 pontos, em 17º lugar. O Vasco, por sua vez, chega a 39 pontos, em 11º, a sete pontos da zona da Libertadores, deixando de se aproximar devido ao empate no clássico. Ambas as equipes voltam a campo pela competição no meio de semana - enquanto o Tricolor visita o São Paulo, na quinta-feira, o Cruz-Maltino recebe o Palmeiras, na quarta.


O clássico carioca do fim de semana começou agitado. O Fluminense, buscando sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, se mostrou mais agressivo no ataque, enquanto o Cruz-Maltino aproveitava os espaços, com velocidade, para também levar perigo ofensivamente. Aos cinco minutos do primeiro tempo, Marrony cruzou rasteiro e Digão fez um corte providencial, no lance seguinte o Tricolor acertou o travessão com Danielzinho após passe de Paulo Henrique Ganso, um minuto depois Marrony aproveitou cruzamento de Rossi e assustou... Temperatura alta no Maracanã, amigos!


Os comandados de Marcão foram superiores a partir do início elétrico. Marcos Paulo protagonizou bom lance aos 16, Nino perde uma chance clara aos 34 após passe de Ganso... A partida foi para o intervalo sem gols, com uma expectativa que as conversas nos vestiários fossem elevar o patamar no segundo tempo. O Fluminense retornou no mesmo ritmo - com segundos, Ganso tentou de cabeça e fez o goleiro Fernando Miguel a fazer grande defesa. O Vasco, apesar de uma noite sem muita inspiração, se arriscava em lances isolados - como aos 14, quando Ribamar desviou, mas não o suficiente para o gol.


No decorrer do restante do segundo tempo, a qualidade técnica do clássico caiu em um todo, com as tentativas criadas sendo em vão. O Fluminense, pela necessidade de resultado, até procurava fazer algo diferente, mas pecava pela ausência da efetividade, enquanto o Vasco, em situação mais confortável na tabela, valorizava a posse de bola, de olho em uma chance fatal. O que acabou não surgindo. Fim de jogo, empate em 0 a 0, resultado que não deixa ninguém feliz diante dos objetivos que possuem nesta reta final de temporada.


* Terra/Esportes/David Nascimento.






1 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE