• Jornal Esporte e Saúde

Macaé é referência na proteção e atendimento às mulheres

Primeira cidade da região a implantar a Patrulha Maria da Penha, Macaé se tornou referência no Estado do Rio de Janeiro em pouco mais de dois anos de projeto. Nesta quarta-feira (26), o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) recebeu equipe do Centro Integrado de Atendimento à Mulher (Ciam), de Itaperuna, para visita técnica. A proposta foi orientar e informar sobre como funciona a atuação da rede de proteção e atendimento às mulheres.




"Nossa motivação veio por meio da Patrulha Maria da Penha. Macaé é referência no atendimento e acolhimento à mulher e a nossa proposta é levar o projeto para Itaperuna. Queremos acolher, mas, também, enfrentar e prevenir esse tipo de violência. Somos gratas a Macaé pela iniciativa e por nos auxiliar nesse propósito", destacou a coordenadora do Ciam de Itaperuna, Cintia Campos. A assistente social Rosa Maria Silva, também do Ciam, participou do encontro.


Os municípios de Quissamã e Rio das Ostras implantaram seus Centros Integrados e, também, a Patrulha Maria da Penha, por meio da referência de Macaé. Além desses, Quissamã, Saquarema e Campos dos Goytacazes estiveram no município com a proposta de realizar o projeto. A coordenadora do Ceam, Jane Roriz, explica que não se trata apenas de auxiliar os outros municípios, é muito mais. A integração com os município promove a troca de experiências.

"O diálogo com outros municípios fortalece o atendimento às assistidas. Houve um caso, por exemplo, de uma vítima de tentativa de feminicídio em Itaperuna. Na ocasião, a vítima recebeu todo auxílio do Centro Integrado de seu município. Porém, ela precisou vir para Macaé para contar com o apoio de seus familiares. No período que ela permaneceu aqui, nós, do Ceam, demos continuidade ao atendimento. Tudo isso ocorreu devido a integração", explicou Jane Roriz.


O Centro Especializado de Atendimento à Mulher tem uma rede de multiplicadores, incluindo profissionais da 123ª Delegacia de Polícia, do 32º Batalhão de Polícia Militar, Defensoria Pública, Juizado Criminal, Ministério Público, Secretaria de Saúde e Hospital Público Municipal (HPM).




O Ceam atende de segunda a sexta-feira, na Rua São João, 33, Centro, ao lado da 123ª DP. O espaço funciona como centro de proteção e atendimento à mulher, sempre preservando o sigilo da assistida. O trabalho conta com uma equipe multidisciplinar formada por assistente social, psicólogos e advogados, que realiza acolhimento e direcionamento conforme a demanda.

Mais informações: WhatsApp: (22) 99707-2085 e telefones: 0800 282 2108 ou (22) 2796-1045.


* Comunicação Macaé/Jornalista: Julie Silveira/Fotos.: Rui Porto Filho






3 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE