• Jornal Esporte e Saúde

Macaé: Aulas não presenciais retornam na rede municipal



O segundo semestre de aulas não presenciais começou nesta semana para cerca de 40 mil alunos da rede municipal. O retorno ao ensino remoto é marcado por reuniões pedagógicas com as equipes das escolas, apoio educativo e atividades com foco no aniversário de 207 anos de fundação da vila de Macaé, celebrado nesta quarta-feira (29). As ações a distância também seguem no Pré -Vestibular Social e unidades do Centro Municipal de Atendimento Especializado ao Escolar (Cemeaes), que funcionam no Centro, Barra, Parque Aeroporto e região serrana, em Córrego do Ouro. O terceiro bimestre será no período de 27 de julho a 30 de setembro.


A rede municipal segue com o projeto "Educação não para e não deixa ninguém parado", que tem como objetivo garantir apoio pedagógico aos alunos das 106 escolas municipais e a quem mais desejar, enquanto as aulas presenciais estiverem suspensas. Uma das ações é a disponibilização do blog www.educacaonaopara.com.


O blog oferece semanal e gratuitamente sugestões de atividades não presenciais para Educação Infantil, Ensino Fundamental (1° ao 9° ano), Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Especial, além do público atendido no Cemeaes e Pré-Vestibular Social. Na plataforma são apresentados vídeos, provas, textos, simulados e exercícios. No material online, a equipe de nutricionistas da Educação disponibilizou conteúdos sobre alimentação saudável, incluindo cardápio para alunos com patologias.


Para os alunos identificados sem acesso à Internet, muitas escolas adotaram outras estratégias como a entrega de livros didáticos, além de apostilas. Outros meios foram a disponibilização de atividades nas próprias redes sociais das escolas, grupos de WhatsApp, além do Google Classroom, sistema de gerenciamento de conteúdo destinado às escolas. Alunos das turmas de 1º ano de escolaridade de 33 escolas municipais recebem atividades do programa “Alfa - estudo em casa”, visando dar continuidade à apropriação do princípio alfabético.


Conforme a portaria Semaeb nº 008-2019, de 13 de novembro de 2019, o calendário escolar, se necessário, poderá sofrer alteração ou adequação, em conformidade com as peculiaridades locais e atividades previstas pela unidade escolar, desde que dentro do bimestre, com o acompanhamento da Coordenação de Regulação da Educação Básica e Dados Educacionais e autorização da Secretaria Municipal Adjunta de Educação Básica. Já na eventualidade de déficit de dias letivos e/ou carga horária, por situações não previstas na portaria 008-2019, a equipe gestora deverá reorganizar o calendário com a reposição de dias letivos e/ou carga horária.


* Jornalistas Joice Trindade-Waleska Freire/Foto: Divulgação/Prefeitura de Macaé/Secretaria de Comunicação Social/Coordenadoria de Jornalismo.





7 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE