• Jornal Esporte e Saúde

Macaé Basquete Sobre Rodas não vai participar da 3° Divisão do Campeonato Brasileiro

Por falta de verba, time desiste de disputar nacional de clubes, após CBBC alterar o local de disputa



Foto: Isabela Meireles.


A 3° Divisão do Campeonato Brasileiro já tem data para acontecer: 21 á 26 de Outubro, em Belém-PA. No entanto, a competição já tem uma baixa antes mesmo de começar, já que o time do Macaé Basquete Sobre Rodas, por falta de verba, teve que abrir mão de brigar pelo título nacional.



Foto: Anderson Brasil.


O Macaé Basquete Sobre Rodas é considerado um dos projetos mais importantes na inclusão de jovens e adultos do país, tendo revelado vários atletas que atuam hoje em grandes clubes nacionais da 1ª Divisão e até mesmo na Seleção Brasileira Paraolímpica. Porém, de acordo com a diretoria da Associação Macaé de Basquete (AMB), após a alteração de local de disputa pela CBBC (a competição estava prevista inicialmente para acontecer em Niterói), a ida até Belém-PA se tornou inviável, já que não foi possível captar o valor suficiente para a compra de passagens dos jogadores e comissão técnica há tempo. A AMB reivindica juntamente com outros clubes, a revisão desta decisão da CBBC, prejudicou várias equipes.


Com uma campanha de arrecadação que ficou aberta por alguns dias, o time até conseguiu, por meio de doações, algumas passagens aéreas, mas não o suficiente para levar a equipe à disputa. Sem a possibilidade de fechar o pacote para a viagem, o Macaé Basquete acabou se vendo obrigado a abrir mão de estar na competição.


O comunicado oficial foi emitido pelo Macaé Basquete Sobre Rodas na manhã desta sexta-feira (18), prazo limite que a AMB estipulou para a captação. Na nota, o time justificou a não participação no Brasileiro da 3ª Divisão por motivos financeiros devido à falha de comunicação da CBBC, além de agradecer a ajuda de todos os patrocinadores e dos cidadãos de Macaé que se sensibilizaram, tanto se oferecendo a doar milhas e se comprometendo na compra das passagens, quanto com a mobilização nas redes sociais.


Continuidade - Apesar de estar fora do Brasileiro de Basquete Adaptado, a Associação Macaé Basquete segue na luta para manter seus projetos. Nas categorias de base, três equipes disputam a Liga Regional. Já o Basquete na Praça atende cerca de 250 crianças e adolescentes de toda a cidade com aulas gratuitas em cinco pólos.


Para saber novidades sobre os projetos, a equipe está nas redes sociais, com perfis oficiais no Instagram (@macaebasquete), Twitter (@basquetemacae) e no Facebook (facebook.com/macaebasquete).


Além disso, as informações sobre como apoiar o Macaé Basquete por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, estão na página do Macaé Basquete (www.macaebasquete.com.br/leidoincentivo). Os telefones (22) 2772-1769 e o e-mail comercial@macaebasquete.com.br, também estão disponíveis para tirar qualquer dúvida.


Apoios - A pirâmide esportiva promovida pelo Macaé Basquete que inclui, além do Macaé Basquete Sobre Rodas, as categorias de base e o projeto social Basquete na Praça, conta com o apoio da EDF Norte Fluminense, Unimed Costa do Sol, da Universidade Estácio de Sá, SAME, Cavaleiros Comunicação, Alternativa Internet, American Insight, Adail Costa, Iris Mídia, Vivendas da Lagoa e Tênis Clube, além das empresas parceiras do programa Somos Macaé Basquete.


* COMUNICACAO AMB/Matéria: Isabela Meireles.







0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE