• Jornal Esporte e Saúde

Macaé: Prefeito vai aumentar comércios abertos dia primeiro


Ação depende de entendimento com Ministério Público/Foto: Reprodução.


O prefeito Dr. Aluizio descartou nesta sexta-feira (22) uma ação mais restritiva na cidade para conter o Covid-19, que seria o lockdown, e anunciou em coletiva por videoconferência que na quarta-feira (27) irá apresentar um plano para o Ministério Público às 14 horas para aumentar a abertura de alguns estabelecimentos no comércio.


"É fundamental manter o isolamento social, mas hoje temos indicador que não é necessária uma medida mais restritiva do que já estamos praticando, por enquanto não vamos tensionar nenhuma outra medida", informou o prefeito, destacando que na primeira fase da doença em Macaé ocorria um óbito a cada três dias, hoje é registrado um óbito a cada sete dias.


O prefeito apontou que vai apresentar ao Ministério Público a proposta de abertura de outros ramos de comércio, como autopeças, a partir de primeiro de junho. "Algumas categorias são mais necessárias no momento", disse, ressaltando que por mais 15 dias não serão abertas outras atividades e a flexibilização pode ocorrer quinzenalmente em cima do número de leitos disponíveis em UTI da rede pública.


"A cada 15 dias, que é o período da curva, faremos novas análises, mas nada é superdefinitivo. Nosso grande indicador é a taxa de ocupação de leito em terapia intensiva específica para o Covid. Se começar a superlotar os hospitais, não vamos abrir mais estabelecimentos", observou.


De acordo com o prefeito, Macaé possui hoje 55% dos leitos da rede pública - no Hospital Público Municipal - ocupados. O número de leitos que a rede pública disponibiliza subiu de 20 para 44 nesta sexta-feira (22) e na próxima semana haverá 50 leitos disponíveis para o Covid. Pela curva, Macaé deve registrar até o final desta sexta-feira 600 casos e até o final de maio, mil casos.


INVERNO - Dr. Aluizio ponderou que o momento continua de grande preocupação, existe aumento da demanda hospitalar, de casos positivos, por isso o distanciamento social permanece fundamental, com o agravante da chegada do inverno. "A entrada do Brasil no inverno será diferenciada nesta pandemia. Há que se ter muita atenção, o numero de doenças respiratórias no inverno é mais significativo", assinalou, pontuando que as ações estabelecidas em decreto garantiram um isolamento social necessário para conter um grande avanço do coronavírus.


A rede de saúde pública, como o Hotel de Deus, que garante quarentena para quem não tem como ficar em casa infectado e não requer internação e o Centro de Triagem do Coronavírus foram apontados pelo prefeito como medidas que agregaram para o combate à proliferação do vírus.


Indicador parcial aponta que 4% da população teve contato com o vírus


O prefeito Dr. Aluizio lembrou que Macaé está realizando exames em locais de barreira sanitária e bairros - como na Nova Esperança, onde foram feitos 40 testes - que apontaram até o momento que cerca de 4% da população de Macaé teve contato com o vírus. Até esta sexta-feira (22) 180 pessoas foram analisadas, a pesquisa chegará a 400 cidadãos, o que dará uma perspectiva da população infectada.


"Esse número de 4% pode cair ou aumentar no final da pesquisa", esclareceu. Na ação, a pessoa é abordada na barreira e se ela concordar, faz o teste. "Vamos ter extrema cautela, vivemos hoje com resultado fruto dos decretos, temos uma saúde pública que conseguimos organizar, reforçamos a obrigatoriedade do uso de máscara, mas nenhuma aglomeração é possível", reforçou.


A parceira com o Ministério Público - com quem o prefeito também se reuniu nesta semana - e com o Nupem, que realizou ontem cem exames do Covid-19, foram enaltecidas pelo prefeito. "Ontem o Nupem realizou cerca de cem exames, hoje mais uma gama significativa, alguns resultados chegam com delay, por isso em determinado dia pode haver algum acréscimo", constatou.


Uma das preocupações citadas pelo prefeito foi o funcionamento de depósitos de bebidas que servem bebidas aos clientes, causando assim aglomerações. "A população deve denunciar e manter o isolamento social", salientou. Dr. Aluizio completou que a população pode agora acessar o diário oficial do município no portal da prefeitura, além dos gastos com coronavírus.


* Prefeitura de Macaé/Secretaria de Comunicação Social/Coordenadoria de Jornalismo.


2 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE