• Jornal Esporte e Saúde

Mais de 20 mil servidores ficarão sem o pagamento do salário de novembro

Crédito ficará retido para 20.220 funcionários da ativa, inativos e pensionistas do Estado do Rio até que esses vínculos atualizem seus cadastros



Atualização cadastral foi exigida aos cerca de 400 mil funcionários da ativa, inativos e pensionistas - Daniel Castelo Branco.


O recenseamento que o governo estadual fez desde novembro de 2018 até outubro deste ano vai deixar mais de 20 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas de fora do pagamento do salário do mês passado — que será realizado em 13 de dezembro. O crédito deixará de ser feito para o total de 20.220 vínculos que constam na folha salarial do Estado do Rio de Janeiro.


Essas pessoas que não receberão os vencimentos deixaram de fazer o censo entre novembro de 2018 e setembro de 2019. Vale ressaltar que esse 'corte' temporário dos salários de novembro não inclui os vínculos que tinham que ter realizado a atualização cadastral no mês de outubro — esses ficarão de fora da folha de dezembro.


O censo foi uma das medidas previstas no Plano de Recuperação Fiscal do Rio para checar a folha de pagamentos do Poder Executivo e combater fraudes.


E atenção: quem não fez a atualização cadastral em qualquer agência do Bradesco no país terá até o último dia bancário deste ano para acertar a situação.


Após esse período, cada caso será verificado individualmente e o governo estadual vai decidir como atuará em relação aos não recadastrados — se haverá exclusão do vínculo.


Pagamentos retroativos


Para quem ir ao banco até o fim de 2019, o procedimento será o seguinte: todos os valores que ficaram retidos serão pagos, de uma vez — provavelmente com o salário de fevereiro de 2020.


* O DIA/Por PALOMA SAVEDRA.







2 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE