• Jornal Esporte e Saúde

Movimento Olímpiadas Especiais Brasil promove festival inclusivo no Rio de Janeiro

Evento reunirá 52 escolas do município para a prática de atividades físicas entre pessoas com e sem deficiência.




A Special Olympics Brasil – movimento global sem fins lucrativos, centrado no desporto – promove nessa quinta-feira, 24 de outubro, das 09h às 12h30, o primeiro Festival Esportivo de Escolas Unificadas do Rio de Janeiro, que reunirá mais de mil alunos com e sem deficiência, no Centro Esportivo Miécimo da Silva.


O festival tem como objetivo celebrar o primeiro ano de atividades do projeto Escolas Unificadas junto da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Os alunos serão divididos em 11 vivências esportivas: Atletas Jovens (apenas para os alunos com idade de 2 a 7 anos), MATP, dança, atletismo, bocha, basquete, futsal, vôlei, tênis, tênis de mesa e ginástica artística, dentro do modelo Esporte Unificado, onde pessoas com e sem deficiência praticam as atividades juntas.


ESCOLAS UNIFICADAS


O projeto Escolas Unificadas foi criado pela Special Olympics Brasil para proporcionar experiências em sala de aula e na comunidade. Além de visar a redução do bullying e a exclusão, se trata de um programa de educação e esporte que promove atividades saudáveis, combate estereótipos e atitudes negativas, elimina linguagem ofensiva nas instituições de ensino e envolve os jovens em atividades que levem a um melhor comportamento e clima escolar.


No Brasil, as Escolas Unificadas das Olímpiadas Especiais estão presente em sete cidades, sendo aplicado com programas inclusivos em 55 escolas dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco, para que jovens com deficiência intelectual possam praticar diversas modalidades de esporte e sejam incluídos nas práticas de ensino dentro das escolas, em conjunto com jovens sem deficiência, promovendo uma inclusão desportiva.


SPECIAL OLYMPICS BRASIL


Projeto global sem fins lucrativos, a Special Olympics é um movimento mundial centrado no desporto, fundado em 1968 por Eunice Kennedy – irmã do 35° presidente dos Estados Unidos John F Kennedy. Trata-se de uma organização internacional criada para apoiar pessoas com deficiência intelectual a desenvolverem a sua autoconfiança, capacidades de relacionamento interpessoal e sentido de realização por meio do esporte.


Acreditada pela Special Olympics International, as Olimpíadas Especiais Brasil atuam nas seguintes modalidades esportivas: atletismo, águas abertas, basquete, bocha, futebol, natação, ginástica rítmica, tênis, tênis de mesa, vôlei de praia e judô, além dos Programas: APLs (Atleta Líder), Escolas Unificadas, Atletas Saudáveis, Atletas Jovens, MATP (Atividade Motora Adaptada) e Famílias. Tendo o país quase seis milhões de pessoas com deficiência intelectual, as Olimpíadas Especiais Brasil possuem cerca de 50 mil atletas cadastrados e mais de 7 mil atletas treinando e competindo durante todo o ano.


Filosofia


A Special Olympics tem como filosofia dar oportunidade a todos os atletas, independente do nível de habilidade, promovendo diversas competições, nas mais diferentes regiões do mundo, durante todo o ano. O programa é conduzido por voluntários e por meio de treinamentos esportivos e competições de qualidade, melhora a vida das pessoas com deficiência intelectual e, consequentemente, a vida de todas as pessoas que os cercam.


* José Valentim/ Coletiva Comunicação/foto: Divulgação..




17 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE