• Jornal Esporte e Saúde

PF faz megaoperação contra bolsonaristas envolvidos em atos antidemocráticos

Dentre os alvos, está o deputado federal Daniel Silveira, do PSL do Rio



O deputado federal Daniel Silveira, do PSL do Rio, é um dos alvos da operação

- Reila Maria / Câmara dos Deputados


Brasília - A Polícia Federal faz, desde as primeira horas da manhã desta terça-feira, a Operação Lume para cumprir 21 mandados de busca e apreensão contra bolsonaristas envolvidos em atos antidemocráticos no país. Os mandados estão sendo cumpridos no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Maranhão, Santa Catarina e no Distrito Federal.


- Dentre os alvos, estão:


. Daniel Silveira: deputado federal pelo PSL-RJ

. Allan dos Santos: blogueiro, fundador do site Terça Livre

. Luís Felipe Belmonte: empresário e advogado, principal operador político do Aliança pelo Brasil

. Sérgio Lima: publicitário e marqueteiro do Aliança pelo Brasil



O empresário Luís Felipe Belmonte

Reprodução internet


O pedido para a operação foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Os mandados estão sendo cumpridos em endereços residenciais e comerciais dos investigados.


"Foram reunidos indícios de envolvimento com a realização de manifestações nas quais foram reclamadas medidas como o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF)", destacou a PGR.


A investigação apura a origem de recursos e a estrutura de financiamento e organização desses grupos, que vem praticando diversos atos contra a democracia nos últimos meses.


"Um linha de apuração é que os investigados teriam agido articuladamente com agentes públicos que detêm prerrogativa de foro no STF para financiar e promover atos que se enquadram em práticas tipificadas como crime pela Lei de Segurança Nacional (7.170/1983)", a PGR acrescentou.


- DEFESAPelo Twitter, o deputado Daniel Silveira disse que o inquérito que está nas mãos do ministro Alexandre de Moraes contra os atos antidemocráticos "na verdade significa inquérito sobre aquilo que ele não gosta".

"Polícia Federal em meu apartamento. Estou de fato incomodando algumas esferas do velho poder. E cada dia estarei mais firme nessa guerra", o parlamentar escreveu.


- 300 DO BRASIL


Ontem, a PF foi às ruas para cumprir outros mandados também no âmbito do inquérito sobre os atos antidemocráticos. Na ocasião, foi presa a extremista Sara Fernanda Giromini, conhecida como Sara Winter, que lidera o movimento "300 do Brasil", grupo armado de extrema direita formado por apoiadores de Bolsonaro, que acampava em Brasília até este fim de semana.


Além dela, outras quatro pessoas envolvidas com a liderança do movimento foram capturadas.


* Com informações do Estadão Conteúdo


* https://odia.ig.com.br/.



8 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE