• Jornal Esporte e Saúde

Profissionais participam do "VI Diálogos em Educação 2019"



A rede municipal vai intensificar as aulas de reforço de alunos do 5º e 9º ano para o ingresso no Instituto Federal Fluminense (IFF) e no Colégio Aplicação (CAp). Este foi o anúncio feito pelo secretário de Educação, Guto Garcia, durante o "VI Diálogos em Educação-2019", realizado nessa terça-feira (27), no auditório do Instituto Federal Fluminense (IFF).


"Macaé é a Cidade do Saber e do Conhecimento. Cada vez mais estamos investindo em ações voltadas para qualidade do ensino desde a Educação Básica, Qualificação Profissional e Ensino Superior. Este encontro destaca o compromisso com a educação para traçarmos e refletirmos novas formas de ensino", conta.


Guto Garcia destaca, ainda que, com o reforço escolar, os estudantes do 5º e 9º ano também ficam preparados para o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), composto por um conjunto de avaliações externas em larga escala. "As médias do desempenho e os dados de aprovação compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb)", ressalta. Ele lembra que Macaé conta com mais de 40 cursos de graduação nas universidades públicas e privadas. Uma das novidades é o curso de História, cujas vagas serão abertas no campus IFF- Macaé.




Encontro


O "Diálogos em Educação-2019" faz parte das diretrizes da rede municipal de contribuir com a atualização dos profissionais das redes pública e privada, como orientadores educacionais, pedagógicos e supervisores. A finalidade é discutir temas de relevância, que fortalecem a prática cotidiana, colaborando para qualidade de ensino, e consequentemente para promoção da pessoa humana.


Presente, as orientadoras educacionais Débora de Assis e Gilmara Alves, aprovaram o encontro. "É importante os debates, questionamentos e a reflexão sobre nossas vivências e práticas pedagógicas", comentaram. Segundo a Superintende de Ensino Fundamental, Balade Aref, mais uma vez a programação está sendo um sucesso. "Sempre são destacados temas relevantes como neurociência e, agora, a abordagem "Geração Z e Alfa: novos desafios para educação contemporânea", pontua, acompanhada pelas coordenadoras da Orientação Educação, Rosinea Figueiredo e Andrea Carvalho.


A programação contou com apresentação cultural da Escola Municipal Dolores Garcia Rodriguez e do coro do IFF-Macaé, palestra "Fanzine- Revistas Artesanais como suporte à autoralidade" com o professor, Alberto Carlos Paula de Souza, que em breve vai apresentar o trabalho no Festival da França como único representante da América Latina.


O diretor de Relações Institucionais do IFF- Macaé, Severino Joaquim Correia Neto, apresentou o tema "Entre professores analógicos e alunos digitais". "É um prazer receber educadores no IFF, que está sempre aberto às parcerias. Temos que refletir sobre o presente e futuro da educação. A inclusão é essencial. O Brasil conta com 220 milhões de habitantes. Temos que refletir como o celular é visto como uma ferramenta útil. O domínio da tecnologia na aprendizagem dos alunos, a importância da formação, os desafios e a atuação do professor do século XIX junto aos alunos do século XX, são questões pontuais", ressalta.




* Comunicação Macaé/Jornalista: Joice Trindade e Waleska Freire/Foto: Rui Porto Filho.








2 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE