• Jornal Esporte e Saúde

Rio das Ostras disponibiliza número de WhatsApp para vítimas de violência doméstica

Casos de mulheres socorridas após mensagens por App dobra no município



Quase 80 mulheres vitimas de violência doméstica foram socorridas após pedirem ajuda via APP de mensagens. Foto divulgação.



Logo que a Prefeitura de Rio das Ostras começou a publicar decretos que favoreciam o isolamento social por causa da pandemia do novo Coronavirus, a Secretaria de Bem-Estar Social pensou em estratégias para não deixar a população sem os atendimentos das unidades de Assistência Social. Uma destas ações foi ampliar o canal entre as mulheres vítimas de violência doméstica e a Administração Municipal por meio do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam).



Com a divulgação de número de WhatsApp (22) 99870 8546, disponível desde o início de abril, Rio das Ostras quase dobrou a quantidade de mulheres socorridas. Cerca de 80 mulheres já foram atendidas pelo aplicativo de mensagens. O canal fica disponível 24 horas todos os dias da semana, inclusive domingo e feriados.


Além do WhatsApp, o Ceam disponibiliza o telefone fixo da unidade (22) 2771-3125. O local, localizado no início da rodovia Governador Roberto Silveira, fica aberto de segunda a sexta, com horário reduzido das 9h às 15h durante a pandemia da Covid-19. Além disso, a Patrulha Maria da Penha, ligada a Guarda Civil Municipal e que socorre mulheres vítimas de violência doméstica, atende pelos telefones 2771-5000 e 0800-022-6382.


“É fundamental criar estratégias para não perder contato com estas mulheres que precisam das nossas ações. O WhatsApp foi uma ótima estratégia”, contou Rosinete Costa, Diretora do Ceam.


CEAM – O Ceam é o Centro Especializado de Atendimento à Mulher e oferece de forma gratuita, serviços que podem contribuir com o enfrentamento da violência doméstica, familiar e de gênero. No local são oferecidos atendimentos social, psicológico e jurídico.


No Ceam são desenvolvidas ainda atividades e ações como palestras, cursos, capacitação e oficinas, visando o fortalecimento e o resgate da cidadania das mulheres vítimas de violência. Também exerce o papel articulador junto à rede de atendimento para assegurar o acompanhamento e o acolhimento necessários à superação da situação de violência. Cria mecanismo para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher.


* Secom Rio das Ostras.



2 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE