• Jornal Esporte e Saúde

Rio tem cinco casos de ameaças de atentados em escolas em uma semana


Episódios mais recentes aconteceram nesta terça-feira em Marechal Hermes, Zona Norte da cidade, e em Niterói, na Região Metropolitana do Estado



Cartaz na entrada do Colégio Irineu Marinho, em Marechal Hermes - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia.


Rio - Desde o massacre em Suzano, o Rio registrou cinco casos de ameaças de atentados em escolas por adolescentes no intervalo de uma semana. Os episódios mais recentes aconteceram nesta terça-feira em Marechal Hermes, Zona Norte da cidade, e em Niterói, na Região Metropolitana do Estado.


A psicóloga Renata Bento diz que durante a adolescência, os jovens estão mais propensos a serem destrutivos contra si mesmo e com outros. “A insegurança e a baixa autoestima, às vezes são os gatilhos para esses atos para aqueles que não estão em bom funcionamento mental. Eles agem porque querem reconhecimento e serem notados”, explica.


Renata alerta que os pais devem acompanhar e supervisionar os filhos, além de entender quais são gostos e os locais (virtuais e físicos) que eles frequentam. “Os jovens mais introspectivos acabam não demonstrando as emoções, mas isso não significa que eles sintam. A aproximação através do diálogo é um bom caminho”, afirma.



Escolas em alerta - Arte O DIA.


Em Marechal, o perfil descrito por vizinhos contrasta com a ação do jovem no ataque no Colégio Irineu Marinho. Tímido e com poucos amigos, o garoto sempre cumprimentava a todos quando era visto pela rua com o cachorro. No entanto, durante uma aula, o jovem sacou duas facas, colocou uma máscara e ameaçou colegas da unidade de ensino. Um estudante ficou ferido na correria e o autor foi apreendido.


Ontem em uma audiência, a Justiça determinou a internação do adolescente em um hospital psiquiátrico e uma avaliação da sua saúde mental. De acordo com a juíza, Vanessa Cavalieri, da Vara da Infância e da Juventude da Capital, o adolescente demonstrou estar em aparente surto psicótico, relatou ouvir vozes e confirmou que tinha a intenção de matar seus colegas.




Escolas em alerta - Arte O DIA.


Já em Niterói, agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) apreenderam um adolescente de 17 anos que planejava um ataque à escola em que estudava ou ao Shopping Plaza Niterói. Ele foi encontrado com um facão e um canivete, além de uma máscara dos personagens do seriado "La Casa de Papel", e procurava por armas e explosivos para realizar o ataque.


O menor foi apreendido em casa, no Centro de Niterói, após denúncias anônimas sobre o seu plano. Os policiais descobriram conversas em redes sociais, onde o menor dava informações do plano. Em depoimento, o adolescente relatou sofrer bullying, o que teria motivado o ataque.


* O DIA/Por Antonio Puga e Luana Benedito.









8 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE