• Jornal Esporte e Saúde

TJD libera transmissão na TV do Flamengo da final da Taça Rio desta quarta, contra o Fluminense


Decisão foi publicada pelo tribunal no fim da tarde desta quarta-feira, quatro horas antes da decisão da Taça Rio


O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) autorizou nesta quarta-feira o Flamengo a transmitir a final da Taça Rio na FlaTV. A decisão foi divulgada pelo tribunal por volta de 17h15, pouco mais de quatro horas antes do Fla-Flu que pode decidir o título carioca, às 21h30.


Na última segunda-feira, o Fluminense foi o sorteado para ser o mandante da partida, o que lhe daria o direito de transmissão, de acordo com a Medida Provisória 984/2020. Mas o entendimento do auditor do TJD José Jayme Santoro, relator do caso, foi de que, como a decisão é em jogo único, ambos os clubes têm o direito a realizarem as próprias transmissões. Por isso, liberou a liminar em favor do Flamengo.


- Me parece bastante óbvio que a ratio legis da MP 984/2020 foi a de criar um sistema de pesos e medidas onde o mandante é quem detém esse direito, pois na mesma proporção ele será visitante em outros jogos e, como o regulamento da competição foi elaborado antes do texto legal, é de entendimento juvenil que não poderia o texto do regulamento prever a regra da MP e portanto, um jogo único não sofrerá efeitos da compensação que a MP se preocupou - disse o auditor na decisão.


- Uma partida única não terá a possibilidade de retorno e por isso, o regulamento se criado dentro da vigência da MP 984/2020, também por razões óbvias iria prever o mando compartilhado em hipóteses como estas e aliás, lanço essa fundamentação também levando em consideração que o Fluminense não refutou nos autos nenhum dos argumentos da procuradoria, o que poderia auxiliar o juízo a formar sua convicção - avaliou.



Maracanã receberá final entre Fluminense e Flamengo, com mando do Tricolor

— Foto: André Durão


A decisão, por sorteio, foi de José Jayme Santoro, que recentemente suspendeu o técnico Paulo Autuori, do Botafogo, por causa de críticas à Ferj. Tanto Botafogo quanto o Fluminense vêm fazendo fortes críticas à gestão da Ferj sobre o Carioca.


- Entenda a polêmica


A transmissão do Fla-Flu da final da Taça Rio virou uma grande polêmica. Depois da rescisão de contrato da Globo com o Carioca e da decisão da Justiça que determinou que a emissora não é obrigada a exibir jogos do Flamengo, com quem não tinha contrato, o Fluminense anunciou na terça que transmitirá pela "FluTV", seu canal no YouTube, baseado na Medida Provisória 984 publicada em 18/06/2020, que dá o direito de transmissão ao mandante, sem precisar de aval do visitante.


Na terça, no entanto, a procuradoria do TJD-RJ moveu um processo para que o Flamengo também tivesse direito de transmitir a final na "FlaTV".


Na manhã desta quarta, o presidente do TJD, Marcelo Jucá, indeferiu o pedido da procuradoria, mas informou que os dois clubes deveriam se manifestar até as 11h e determinou que, depois disso, haveria um sorteio para definir quem julgaria e daria a decisão final. Ela ficou a cargo de José Jayme Santoro.


- Irritação tricolor


O Flamengo chegou a procurar o Fluminense para um acordo de compartilhamento da transmissão, como confirmou o presidente Mário Bittencourt. O clube tricolor recusou. Internamente nas Laranjeiras, o entendimento é que o Flu, por ganhar o sorteio do mando de campo, é que tem o direito de usufruir da exibição.


Na manhã desta quarta, Mário Bittencourt publicou post em suas redes sociais com duras críticas à Federação de Futebol do Rio de Janeiro.


- A Ferj, assim como os que furtam sinais de TV, criou neste episódio a "GATOFERJ", tentando furtar a transmissão do Fluminense.


* Por GloboEsporte.com — Rio de Janeiro.




9 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE