• Jornal Esporte e Saúde

Vasco é goleado por 4 a 1 pelo líder Atlético-MG, no Mineirão

Benítez abre o placar com um golaço logo aos oito minutos, mas Galo vira e garante o placar elástico ainda no primeiro tempo



Arana comemora o primeiro gol do Atlético-MG na fácil vitória em cima do Vasco

Foto: Pedro Souza / Agência Galo / Atlético


Belo Horizonte - O golaço de Benítez colocou o Vasco na frente do placar logo aos oito minutos de jogo, mas o Atlético-MG de Jorge Sampaoli mostrou por que é o líder e tem o melhor ataque do Brasileirão: virou a partida e garantiu a vitória ainda no primeiro tempo sobre o Cruzmaltino por 4 a 1, ontem à noite, no Mineirão, com gols de Arana, Savarino, Guga e Keno. O Galo ampliou a sua vantagem no topo da tabela, com 27 pontos, cinco a mais do que o Internacional, segundo colocado. Em nono, com 18, o Vasco não vence há cinco jogos (três pelo Brasileiro e dois pela Copa do Brasil) e volta a jogar na quarta-feira, contra o Bahia, no Pituaçu.


A partida começou eletrizante, com três gols marcados em apenas 18 minutos. O Vasco saiu na frente logo aos oito: após cobrança de lateral na área, Réver falhou ao tentar recuar de cabeça para trás; Benítez dominou no peito e, de bicicleta, completou para marcar um golaço.


O Galo, no entanto, não demorou a reagir e empatou cinco minutos depois, com Arana, num chute cruzado, sem chances para Fernando Miguel. A virada veio aos 18, com Savarino aproveitando uma sobra para completar para o gol e colocar os donos da casa na frente do placar: 2 a 1.


O terceiro gol veio de pênalti, depois que Nathan foi derrubado na área por Carlinhos. Guga cobrou e marcou seu primeiro gol pelo Atlético-MG: 3 a 1. E, antes do intervalo, o árbitro Leandro Vuaden marcou outro pênalti, desta vez de Castan em Alan Franco. Keno bateu e também converteu, ampliando para 4 a 1.


O Galo não diminuiu o ritmo no segundo tempo: Nathan recebeu belo passe de Sasha e poderia ter feito o quinto aos 11, mas chutou para fora. Logo em seguida, Arana pegou uma sobra na entrada da área e chegou com perigo, mas mandou para fora pela linha de fundo.


Para complicar ainda mais a situação do Vasco, Andrey cometeu uma falta dura, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o Cruzmaltino com um jogador a menos aos 14 minutos da segunda etapa. Por muito pouco, o quinto gol dos donos da casa não saiu aos 32, quando Allan acertou o travessão. Mas a goleada do Galo já estava decretada no Mineirão.


* https://odia.ig.com.br/.






3 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por JORNAL ESPORTE SAÚDE. Orgulhosamente criado com CRIATIVA WEB & PUBLICIDADE